05 dezembro 2010

O estilo do momento, Boho Style.


O estilo Bohemian Look Chic ou Boho Chic é o estilo mais comentado do momento. Pense no jeitão de se vestir de Kate Moss, Jade Jagger, Siena Miller e Sarah Jessica Parker.
Captou ? O novo style é uma mistura eclética, livre, com um quê de hippie, étnico, boêmio, folk, punk, vintage… O look é sempre único e personalizado.

Surgido na Inglaterra em 2003, o Boho Chic tem a atriz britânica Sienna Miller como sua grande musa. Ela chama atenção pelo seu jeito diferente de se vestir desde sua aparição no “Glastonburry Festival” em 2004. Sienna sabe como ninguém misturar as peças e brincar com a mescla de grifes, roupas de brechó e lojas populares. O desleixo planejado e a imagem de mulher sem pose funcionam perfeitamente.
“Estamos vivenciando algo parecido no Brasil hoje. O Boho Chic é sinônimo do ‘Basta!’, da busca pela autenticidade e pela ética”, comenta a consultora de moda, imagem e estilo Bia Kawasaki.
Quem quiser seguir essa tendência deverá acrescentar no guarda-roupa calças com inspiração étnica, blusas com cara de únicas e toques pessoais (personagem favorito ou broche da avó materna, por exemplo), túnicas, saias “floaty” (soltas ao corpo), tops enfeitados, colares e pulseiras prateados e com pedras coloridas, botas estilo cowboy, sandálias leves e baixas, cintos largos e de moedas, além de cores sólidas, como chocolate, ferrugem, vinho e azul turquesa.
“O Boho Style veste-se para si mesmo, não está nem aí se sua produção irá agradar ou não! É como se ele se produzisse para ficar em casa, com conforto, personalidade e ousadia”, define Bia.
Fonte - MBPress

28 novembro 2010

O novo moicano!


Cabelo raspadinho é tudo de lindo, na minha opinião. Quem usa sabe o que quer e pra que veio; tem atitude e coragem pra enfrentar a vida.
Como algumas pessoas sabem, aderi ao corte e claro, muitas pessoas acham legal, outras simplesmente abominam minha aparência, pedem pra eu esconder minha carequinha, tsc tsc.
Não suporto mais falar aqui e pessoalmente a algumas pessoas, que aparência não muda caráter. Não deixo de ser uma pessoa boa ou má pelo modo que eu me apresento a sociedade.
Para aqueles que criticam esse corte, e as pessoas que usam, eu só digo uma coisa: que pena. Pena, pois o que o mundo mais precisa é de igualdade e respeito, e essas pessoas contribuem bastante para que a falta disso tudo  continue, e "tudo que vai volta", tudo flui.






Pra quem gosta de fazer a diferença, eu super aconselho, é muito estiloso e fácil de mantê-lo.




27 novembro 2010

Leitura do poema "No meio do caminho" em várias línguas. A poesia prevalece... A poesia prevalece...

Biquíni de cintura alta, a melhor novidade do verão!

Imagem 1

Os biquínis de cintura alta são perfeitos pra quem quer inovar neste verão, são confortáveis, disfarçam algumas imperfeições e modelam corpo.



Imagem 2

Existem diversos modelos, estampados, tipo "body", um pouco abaixo do umbigo e um pouco acima, lisos... Tem pra todos os gostos e tipos de corpo. As dicas são: quem estiver acima do peso é legal usar um que tenha um mais "cavado" na perna, pois não achatam a silhueta e modelam o corpo. (veja imagem 1 e 4)



Imagem 3

Quem estiver com o corpo em forma, tanto os modelos mais cavados, quanto os que mais parecem um shortinho caem super bem.



Imagem 4

Como foi dito acima, os modelos dessa imagem  e da primeira, são indicados pra mulheres que querem disfarçar as gordurinhas, pois modelam e alongam as pernas, dica pras baixinhas também.

Agora é só curtir o verão com o melhor que a moda pode lhe oferecer!

07 novembro 2010

Reutilizar é criar algo novo, é recriar um outro mundo!

Algumas empresas estão fazendo sua parte para a conscientização ambiental. Hoje, vim mostrar apenas duas bastante conhecidas, a Damyller e O Boticário.


A Damyller é uma marca de roupas especializada em jeans, e está com um projeto muito legal de utilização de borra de café no tingimento de algumas peças, ou seja, não foi usado nenhum processo químico no tingimento.


O Boticário está com uma inciativa de coletagem de embalagens em suas lojas, além de embalagens da loja, você pode levar qualquer outra mesmo não sendo da emmpresa.




Comecei semana passada a fazer uma camiseta com tingimento natural com borra de café e adorei o resultado. Provavelmente irei fazer mais camisetas assim, pois além de ser super fácil, ajuda o meio ambiente e ficam um charme! Como ainda estou fazendo a camiseta, não tem fotos, mas em breve estára aqui no meu Flickr.


Tudo começa em casa, apartir de sua própria mudança é que as coisas funcionam. Não basta somente desejar um mundo melhor, é preciso ter atitude para que isso se torne realidade. Sustentabilidade ambiental!

25 outubro 2010

O brega, agora e sempre, é moda.

Nas ruas,  tudo que é visto, já foi visto antes com outra concepção de tempo.
A questão de ser ou não "demodè" é tão fora de contexto quanto sugere o termo, acontece que na sociedade o assunto é outro.
É comum ouvirmos comentários ofensivos, as vezes quando vemos alguém na rua com uma roupa que não condiz com os padrões de moda atuais da década. Ocorre que com isso nos tornamos hipócritas e contraditórios, pois como já foi dito no início do texto, tudo que usamos já foi usado de outra maneira, com outra roupagem. O fato é que ridicularizar alguém por esses motivos descritos  acima, nos tornam superficiais e incoerentes por conta disso.
A respeito dos shorts clochard que vemos na imagem do texto de hoje e em algumas pessoas na rua, ele é alvo de muita polêmica; primeiro por ser uma peça que muito se assemelha com as que foram usadas na década de 80, tornando-o assim "roupa de antigamente", e sucessivamente, objeto de atenção de olhares tortos por aí. Essas atitudes são bastante comuns, principalmente na moda, quando tudo é muito novo, mas essas atitudes precisam tomar outro rumo, pois podem virar preconceito visual. Há pessoas que ignoram outras pelo modo que elas se vestem, o que torna incompreensível a capacidade humana de desprezar o outro pelo modo com que ele se apresenta. 
Moda e sociedade andam juntas, é um processo que desencadeia outros maiores, sejam esses bons ou ruins. Podem causar desde de doenças psicossomáticas, até a um bem estar supremo, auto-aceitação plena e assim por diante. O exemplo que mostro, dos shorts clochard, expõe apenas um elemento do vestuário que pode causar bastante polêmica por aí, portanto leitores, vamos tomar cuidado com o que pensamos e com os julgamentos que impomos aos outros em relação a moda e outros assuntos. Uma visão mais respeitável e harmoniosa mudam muitas coisas internas, e no nosso caso, externas também.

Passeata Feminista

Tirem suas próprias conclusões.

13 setembro 2010

Desabafo de Helen Araujo

Fico muito feliz em saber que influencio positivamente as pessoas. Do look, pra dentro de sí, e trazer um pouco mais de cor a vida das pessoas. Muito gratificante. Expandindo luz e boas energias. Obrigado a todos que pude beneficiar! Aprendo muito com essas pessoas!


Obrigado a todas as pessoas que me fazem o que sou. Faço questão de ser alto astral e de bem com a vida, pois ela me ensinou muitas coisas nas quais não cabe em palavras, apenas em atitudes. Atitudes essas que tenho prazer em transmitir a todos que me cercam, e aqueles que tem acesso a mim de alguma forma.
Ouvi muitas coisas legais essas semana, de pessoas de vários contextos diferentes, e pude perceber o quanto eu faço a diferença, e mais, o quanto essas pessoas mudaram minha vida e quanto são importantes pra mim.
A mudança, o recomeço, pode partir de várias maneiras; uma delas é de fora pra dentro. Sim, estou falando da moda, uma maneira de vestir diz muito sobre você, no entanto se você veste cor, automaticamente transmitirá todas as energias das cores! Isso é maravilhoso!
Me sinto honrada por passar isso as pessoas.
Mais uma vez obrigada a todos!
bgs!

Os óculos da gata

Saibam; aqueles óculos de ponta alongada, que viamos em filmes, virou hit e é dele que vim trazer novidades.


As versões atuais desse modelo de óculos vieram um pouco mais discretas do que a versão mais antiga, em que as armações, eram bastante alongadas na ponta, mas ainda sim, existem estilistas que prezaram pelo modelo mais antigo, porem, num design mais moderno, como exemplo temos a Prada, que optou apenas em "modernizar" um pouco mais; 




Esses são  um modelos com pontas mais discretas;





E esse é um modelo mais antigo:



Saibam que existem tipo de óculos que favorecem mais o tipo de rosto de cada um, se liguem nessas dicas também, e saia de gatinho por aí!

20 agosto 2010

D'ela e tals

Essa é só uma singela amostra do trabalho do CUCA da UFMT, que está mostrando que nós alunos de Rondonópolis estamos correndo atrás, correndo atrás de tudo, de comida, de bebida de cultura e arte! Gostaria de parabenizar os meus colegas cuqueiros pela ótima apresentação. O que o espetáculo D'ela e tals se espalhe por Rondonópolis e que haja muitos espetáculos do CUCA não só dentro da Universidade, aqui fora também! Queremos CUCA CHEIA!



19 agosto 2010

Sensualidade e suspense na nova campanha de Tom Ford










Sempre polêmico, Tom Ford mais uma vez carrega de sensualidade em sua nova campanha para a linha de óculos.
Aves negras aparecem interagindo com os modelos, chegando até mesmo à bicar os seios da modelo, numa boa alusão ao filme “Os Pássaros”, de Alfred Hitchcock.

26 julho 2010

Desabafo de Tom Ford

"Como designer de moda, eu sabia que não era um artista, porque criava algo feito para ser vendido, comerializado, utilizado e, por fim, descartado." Tom Ford, designer de moda
 É complicada a situação de um designer de moda.
A sua coleção pode ser comparada a um filho que se espera a vinda. Ele vem, você o cria. Você muitas vezes fica noites sem dormir, daí ele cresce, faz sucesso e vai embora das suas "asas".
Creio que ser designer de moda, é muito complicado em relação a parte do comércio em sí. Já li depoimentos do tipo "ser um estilista é nada mais nada menos que vender sua alma, sua inspiração."
A moda movimenta e muito o mercado financeiro mundial. Hoje em dia, uma peça de roupa chega muito facilmente ao preço de uma jóia. A roupa que se usa, muitas vezes indica a sua razão socioeconômica nos valores atuais.
Resolvi postar esse texto porque achei muito interessante a frase citada, foi somente uma passagem rápida pra colocarem vocês leitores que gostam desse "universo" pra pensarem um pouco. Acho interessante ter várias opiniões sobre esse assunto, creio que essa frase dita por Tom Ford, seja particularmente um desabafo. É interessante.

Bgss!

18 julho 2010

Geek trends

Um estilo de vida que começou no passado que permanece atualmente e virou moda no mundo todo.

Passado

          
Steve Jobs - Co-fundador da Apple  
Woody Allen - Cineasta e comediante
Bill Gates - Fundador da Microsoft



Presente

           
                  
                                                         
 Modelos da Triton                                   
 Pc Siqueira 
 Exemplos de óculos geek                                     
 Triton     
 Modelo de Ricardo Almeida





            

29 junho 2010

Magazines

Aprofundando minhas pesquisas, pude me deparar com algumas revistas interessantes. Para quem deseja conhecer mais sobre as tendências internacionais, postei aqui algumas delas. Para visitar os sites das revistas, basta clicar nos nomes em negrito que antecedem a descrição.



Fashion Magazine: É bem nos estilo da revista Elle. Trás muitas informações de tendências em moda e em  produtos de beleza principalmente.




10 Magazine: Tem uma peculiaridade, ela nos mostra o lado masculino da moda. Para encontrar matérias legais, sugiro que olhem o blog, pois trás notícias importantes.





Bloom: Aborda vários assuntos; cultura, entretenimento, jardim, casa, saúde, fitness e família. 




Vogue: É uma das mais famosas aqui no Brasil, tanto que tem a Vogue Brasil, porém, a que eu apresento hoje a vocês é a Vogue espanhola, que trás além de moda, notícias de celebridades e jóias.




Wonderland: Já na página principal, a revista oferece recursos audiovisuais. Fala sobre moda, branding, tendências, celebridades, jóias e algumas matérias de decoração de ambiente.


Desfrutem-as!

24 junho 2010

Maria Sete Volta

Video do Making Off do ensaio fotográfico de Valter Arantes para ilustrar o livro Maria Sete Volta do também escritor Valter Arantes, que reside aqui em Rondonópolis, mas é natural de Cáceres-MT.


Maria Sete Volta foi um personagem muito importante da história de nossa cidade querida. Foi uma mulher irreverente e a frente do seu tempo, viveu em Guirantinga até seus 35 anos e chegou em Rondonópolis na década de 60. Gostava de andar bem vestida e maquiada, chamando a atenção por onde passava! Viveu aqui em Rondonópolis até 1991, quando veio a falecer.


Eis aqui minha homenagem a ela, que não tive a oportunidade de vê-la, porém, o que me consola é saber que em nossa cidade houve alguém que não tinha vergonha de ser o que era, alguém incomum, que fez a sua parte e fez história, simplismente por assumir sua personalidade, simplismente por ser acima do seu tempo!

27 maio 2010

Todos estão coloridos!





As cores simplismente estão TODAS de volta!
Inclusive nos tênis, que a agora estão de cano médio pra desbancar os de cano curto (mas eles ainda continuaram, ganharam cores e adeptos também). Pesquisando um pouco sobre o assunto, pude perceber esse fenômeno numa visão histórica, descobri varias definições as pessoas que se apropriam de alguma forma de conhecimento sobre sneakers e achei legal mostrar de onde surgiu isso tudo.
Saibam, existem pessoas por esse mundo que são hiper aficionadas por tênis, são os "sneakers freaks", porém essas pessoas são divididas em duas categorias; os "sneakers heads" que são colecionadores em sí, os "sneakers fans" são os admiradores da cena sneaker.
A cultura sneaker está diretamente ligada a cultura street, que possui uns certos códigos estéticos e simbólicos, onde os grupos de indivíduos se identificam e trocam experiências sobre diversos assuntos.
É interessante notar que o ato de colecionar tênis existe antes desse fenômeno. Os jovens dos anos 90 começaram a adotar um estilo mais vintage e tais modelos anos 60 e 70 eram encontrados em brechós em grandes cidades. Foi apartir desse momento que os tênis deixaram de ser artigo unicamente esportivo e sim como item de moda também.
Se antes os jovens buscavam obter os modelos da década de 60 e 70, hoje, os sneaker heads buscam modelos dos anos 80 ou relançamentos deles. Foi nessa época que se começou a lançar as edições limitadas como por exemplo o Air Jordan, quando a Nike se associou ao jogador de basquete Michael Jordan e esse seja talvez o tênis mais famoso que existe quando se trata de associaçãoes marcas famosas à atletas.
A questão da customização provavelmente se alastrou apartir da década de 60 com os hippies ao começarem a fazer uso do método de tingimento tye dye e novas experimentações com processos artesanais.    
Customizar é inovar, reciclar e representação da "personalidade" do usuário. Hoje a personalização é um fenômeno global não mais específico de um grupo como foi com os hippies.
E esses ciclos vão e vem no mundo da estética em geral, porém vem com "algo a mais" que é significativo do momento em que é relançado, ocorre com os tênis coloridos, com a música, com a escultura e assim é que ocorre com a arte em geral. Esse processo de releitura nos mostra o quanto é importante cada momento de certas épocas passadas, sejam elas ruins ou boas e que é importante deixarmos o preconceito visual de lado e perceber que isso já foi visto, vestido e aceito de uma forma ou de outra pela sociedade. E vale ressaltar também (e mais uma vez) a associação vestuário e homossexualidade, que definitivamente é inaceitavel e é um discurso muito bem conhecido por todos e repetitivíssimo por sinal, mas que precisa ser sempre dito infelizmente.
Dado as críticas, as raízes históricas e possíveis significações, considero e aprovo com muuuuito louvor essa mania dos tênis coloridos que são fofos e super auto-astral!


E viva os anos 80, viva os jogadores de basquete e viva as cores! Que são tuuuudo de bom!

05 maio 2010

Um breve comentário sobre a origem das tendências.


Tendência; calça jegging (leia mais em Trends and News)



Surgiu de uma curiosidade própria, saber mais sobre tendências, de onde elas vêm, como são estudadas, como elas aparecem pra nós consumidores e qual a relação entre ela e o que estamos vestindo atualmente.
Bom, tenho alguns livros de moda que fala sobre isso, então vou por um trechinho aqui de uma autora chamada Jenny Udale, que é formada em moda e design têxtil  pela universidade de Brighton e é mestra em design de roupa feminina.


"As agências de análise consideram as tendências de longo prazo e de curto prazo. As tendências de longo prazo se voltam para tendências sociais, demografia, globais, para novas tecnologias e processos. Por exemplo, um aumento do uso da internet facilita a comunicação e permite que os empregados trabalhem mais em casa, de modo que isso poderia ter mais influencia na moda, fazendo com que ela se torne mais casual e confortável. As tendências de curto prazo são mais afetadas por modas passageiras, por exemplo, uma importante exposição retrospectiva ou a coleção atual do mais novo e talentoso design de moda."


 Estou fazendo uma pesquisa juntamente com outras pessoas que têm blog sobre moda, algumas pessoas são especialistas no assunto e pretendo ter bastante material para ser exposto aqui pra vocês leitores (as). 


Bgsssssssssss!!


Bibliografia: 
UDALE, jenny. Tecidos e moda, Cingapura, Bookman, 2008, p.122.

19 abril 2010

Trash The Dress


Imagine uma noiva nadando no mar com seu vestido. Ou então, simplesmente destruindo-o! Pois essa é a nova estética da fotografia de casamento, o Trash The Dress (“Destrua o vestido” ou  “Jogue seu vestido no lixo”). O modismo, que nasceu nos Estados Unidos, tem como proposta uma fotografia mais criativa, quase iconoclasta, em cenários inusitados e posições idem! 


O fotógrafo mexicano fotógrafo mexicano Fer Juaristi  é um dos que aderiu à tendência. E ele esteve no Brasil para dar uma oficina “Trabalhava com publicidade. Gostava, mas precisava de mais liberdade. Graças aos casamentos, agora eu posso contar uma história como eu a vejo”, revela. 


O New York Times, em 2007, publicou o artigo “Isso é jeito de tratar um Vera Wang”, explicando: “John Michael Cooper disse que estava entediado de clicar as mesmas fotos de casamento, então convenceu os clientes de posar depois da cerimônia com uma estética mais grunge." No artigo, o próprio fala sobre sua idéia: "Na fotografia de moda, eles sempre colocam pessoas incríveis em cenários estranhos. Decidi aplicar a mesma técnica". E foi um sucesso. 


Para Juaristi, a popularização deste nova estética tem uma motivação. “É um momento de criar arte, você tem tempo e a pressão do casamento não existe mais. Por isso, você pode escolher a locação e cuidar das fotos com mais carinho”, diz ele. Hoje em dia, casamentos não duram tanto e existem as chamadas "novas famílias". Será que a nova estética reflete isso? “Não! Pelo contrário!”, argumenta ele. “Para mim, as sessões de Trash The Dress são um jeito de usar o vestido mais de uma vez e criar arte, não se trata de uma ruptura”. A imagem ideal? “Uma noiva mostrando suas costas nuas. É tão bom de ver!”


Segue aqui algumas fotos dos ensaios de Fer Juaristi; 









Fonte: http://gnt.globo.com

02 abril 2010

Será que a moda é futil?






Galera, dia desses fiquei pensando em uma coisa muito interessante. Essa semana, ouvi em algum lugar a seguinte frase: "A moda deixa a gente burra, emburrece a gente". Será mesmo?


Bom, concordemos que moda é um segmento de arte, certo? 
Bem, a partir daí, podemos pensar na importância dela para a sociedade. Primeiramente, moda não é só saber se enfeitar, vestir e desfilar por aí mostrando alguma peça nova ou uma criação nova. Por trás da roupa que você veste, existe todo um processo de criação que ultrapassa qualquer intenção de burrice ou futilidade por parte de quem a trabalhou. Um estilista pra ser bem sucedido e criar boas peças para seu público, precisa de muitas, mas muitas horas de trabalho de pesquisa, de auxílio á equipe, de trabalho manual e principalmente de prática, que é o trabalho em sí, de colocar na prática as peças de passarela e depois as peças de loja.
Ainda por trás de todo esse processo, existe a questão da habilidade e do dom que o profissional adquire desde que nasceu ou durante a sua vida, pra ser adpto a cursar uma faculdade de moda e ser bom naquilo que faz. 


Depois de todo esse trabalhão, começam a ser produzidos os desfiles, as festas de lançamento de novas marcas e novos produtos e com isso, os estilistas recebem vários convites, pois são pessoas públicas e reconhecidas pelo seu trabalho. E algumas vezes eles vão sim, claro! São festas! São momentos de distrações, de rever pessoas. Nessas festas, geralmente as pessoas que curtem o mundo da moda estão presentes, vestem as peças dos estilista e muitas vezes esses clientes são amigos do próprio estilista, é comum. 


Depois desses processos (deixando claro que eles estão bastante resumidos), as peças vão para as lojas e de lá seguem para as ruas. Ok.


Os clientes que estão usando aquela peça, tem sua personalidade própria e única, Quero dizer que, cada um deles tem um estilo de vida diferente, uma situação socioeconômica diferente, níveis de escolaridade diferentes, e enfim, são pessoas completamente distintas.
A mesma coisa acontece com os estilistas, cada um tem um estilo de vida.


Então, não vejo razão pra se dizer que um segmento de arte tão importante como a moda, deixa as pessoas burras. Sendo direta e objetiva; existem pessoas que usam marcas famosas, vão a festas badaladas só pra se mostrarem e que vivem disso, existe sim. Mas não é certo generalizar essa situação. Assim como havia dito antes, existem pessoas que trabalham e muito pra lançarem uma coleção. Não acho justo dizer algo dessa natureza, desvalorizando todo um grupo de pessoas, que muitas vezes, passaram a vida se apaixonado pela moda e fazendo dela sua própria vida. 


Assim diz a jornalista Karina Fonseca, que é assessora de imprensa na área da moda: "A sociedade, consumista do jeito que é, fez da moda um ótimo pano de fundo para as grandes transformações que ocorreram, acompanhando sempre as ações da peça principal do quebra-cabeça: o homem. O homem passou a ser o centro do universo (antes era Deus), capaz de pensar por si próprio, criar e destruir. Para tanto, precisava mostrar seu poder (não verbalmente), o homem moderno necessitava demonstrar sua força de maneira que todos pudessem vê-la, e qual a melhor forma para que isso acontecesse? Roupas, claro. Ele precisava demonstrar que tinha a capacidade de seduzir um bom emprego, respeito na comunidade onde vive e ainda por cima sexo. Apesar da aparente falta de utilidade que a moda possui, não podemos descartar a importância que ela teve na evolução cultural da sociedade. Tendo a moda passado por tantas modificações o que podemos fazer é acompanhá-la e quem sabe, sermos felizes". 

Assim como a música, a literatura, o cinema, o teatro, a pintura e tantas outras formas de expressões de arte  humana, a moda é indispensável. Assim como diz Maurício Azevedo; "Moda é o cérebro por fora".


Particularmente, sou defensora disso tudo, e acho que os críticos e o público em geral, podem e devem sim criticar algum trabalho artístico, mas dizer que ele nos emburrece... Não é por aí.


Bom, deixei aqui um desabafo, se fiz bem ou fiz mal, eu realmente não sei. Mas que eu vou dormir sabendo que fiz minha parte defendendo um "mundo" que amo e que sou apaixonada... Vou sim!




Então, beijos queridos!

28 março 2010

Alguém já reparou nas Ombreiras? É bom reparar...!

                             Ellus, Cavalera e Reinaldo Lourenço

                                              Alexandre Herchcovitch

                                                                                                             André Lima
                                                                                                    


Em algumas estações passadas, já se via as ombreiras nas passarelas de vários desfiles.
Em 2009, os estilistas deram mais ênfase a elas, fazendo com que, naturalmente, esse ano de 2010, ela voltasse com tudo. Isso porque geralmente, quando se lança uma conceito muito diferente do que estamos acostumados a vestir, esse conceito demora mais ou menos uma coleção para se adaptar nas ruas.
Como a moda está aqui para "causar" meeeeeesmo, não foi diferente com essas queridinhas dos anos 80.
Tá, realmente, nos anos 80, as ombreiras ás vezes era de causar estranheza, e muita! Mas essa reecriação dos anos 80, hoje em dia, ao invés de dar um super volume, elas só marcam a região de forma mais angular, geométrica, mais arredondadas e bem mais suave.
Uma combinação perfeita é sempre aquela que vai de encontro ao equilibrio, então, como as ombreiras são chamativas, use por baixo camisetinhas básicas, saias justas e calças sem volume. Uma dica legal, cintura alta dá um toque bacana junto com ombreiras.  Entenda; as ombreiras por sí só alargam os ombros, mesmo sendo bem pouquinho já percebe-se a diferença, então, pra quem não tem muita cintura, ela é uma super aliada! Quando se joga uma cintura alta, sendo calça ou saia, dá um efeito muito bom, pois dá a impressão de que a cintura é bem mais marcada.
Uma outra dica pra quem tem o corpo tipo triângulo invertido; opte por peças mais escuras e com menos volume possível, legal também seria, usar peças mais claras na parte de baixo, shortinhos, saias, calças, tudo com tons claros. Isso facilita o equilíbrio do look. É interessante.
Está aí, mais um post pra "causar".
Use a moda a seu favor. Ao seu estilo pessoal.

Bgsss!


14 março 2010

Havaianas lança linha de tênis.


A sandália maaaaaais famosa do Brasil, vai lançar uma coleção... De tênis e alpargatas!
A Havaianas não se contentou em lançar somente sandálias, meias, chaveiros, imãs e toalhas. Aqui no Brasil a coleção será lançada em abril. A primeira loja que irá receber a coleção será em São Paulo, a loja está localizada na rua Oscar Freire.
Apesar de serem tênis e alpargatas, não vão perder as características das sandálias, as cores irreverentes e o solado de borracha vão permanecer, e claro! Todos os pares vão ter uma miniatura da bandeira do Brasil!
O único detalhe que eu particularmente não aprovei, foi o lançamento ter sido na Europa. Havaianas é a cara do Brasil, não achei justo o lançamento ser primeiramente em outro país.
Bom, o jeito é esperar não é? Adorei a novidade!

26 fevereiro 2010

GaGa Uh-lá-lá!

A nada discreta Lady GaGa, participou da 52ª edição do Grammy, e claro, não passou nem um pouco despercebida.
A cantora usava um vestido Armani Privê, feitos com arcos furta-cor e beeem armado. Ela usava luvas e meias com apliques de brilhantes e botas com o mesmo aplique.
Pra mim e para outros fãs da cantora, isso não é tão alarmante assim. A cantora possui inúmeras excentricidades, tanto na maneira de ser, como na de se vestir, e por isso, ela se torna única! GaGa, tem atitude, o que a torna suficientemente apta a usar tantos modelos conceituais.
Vendeu mais de 20 milhões de singles digitais e 8 milhões de álbuns.
A cantora diz que se inspira em astros dos anos 70 e 80, como Cher, Cindy Lauper, Michael Jackson e Madonna, e claro, ela também se inspira na moda, e diz ser essencial para suas composições e apresentações! Uh lá lá!